• Partilha
  • Testes Covid-19
%PM, %12 %575 %2021 %12:%Jan.

CVP disponibilizou cerca de 100 mil testes à Região Autónoma da Madeira

A Cruz Vermelha Portuguesa encontra-se na linha da frente nas respostas de prevenção e controlo da Pandemia desde março de 2020, quando a Covid-19 se acentuou em Portugal e passámos a travar uma batalha a par do mundo. 

Enquanto Instituição com responsabilidade no setor Social e vasta experiência na intervenção em situações críticas, foi atribuida à CVP uma verba de cerca de 10 milhões de euros por parte da Comissão Europeia, à semelhança de outras sociedades nacionais da Cruz Vermelha como Áustria, Alemanha , Grécia, Itália, Malta e Espanha. Esta verba vai permitr apoiar formação a técnicos e permitir o acesso a equipamento, materiais médicos e testes rápidos de antigénio, para apoio ao trabalho das autoridades de saúde nacionais.

Neste sentido, estão a ser dinamizadas formações especificas para técnicos de saúde que realizam colheitas biológicas, nomeadamente, a formação gratuita que a CVP preparou em formato e-learning,  vinculada na Circular informativa conjunta DGS, INSA e INFARMED Nº 005/CD100.20.200 de 13 de novembro de 2020, com o intuito de possibilitar aos profissionais a adoção de boas práticas de saúde pública na resposta à COVID-19, permitindo-lhes compreender e executar todo o processo associado à testagem para diagnóstico da doença.

A Cruz Vermelha disponibilizou  cerca de 500 mil testes antigénio de resposta rápida ao Estado, cuja aplicação está prevista pela norma de estratégia nacional de testes para a SARS-CoV-2 em contexto de surtos. e foram, igualmente, disponibilizados cerca de 100 mil testes antigénio à Região Autónoma da Madeira, na passada semana.

Pedro Ramos, Secretário  Regional da Saúde, Região Autónoma da Madeira, fez chegar palavras de agardecimento e descreve "até ao momento, o SESARAM, EPE utilizou cerca de 24.000 testes rápidos de deteção do antigénio do SARS-CoV-2, gentilmente cedidos pela Cruz Vermelha Portuguesa. Estes testes têm provado ser um recurso muito eficaz no controlo dos surtos e rastreio em instituições, permitindo uma rápida tomada de decisão (...) Em nome da população da Região Autónoma da Madeira, a nossa profunda gratidão à Cruz Vermelha Portuguesa."

 

LOGOS DG SANTE

 

 

está vinculada como obrigatória nas competências exigidas na  Circular informativa conjunta DGS, INSA e INFARMED Nº 005/CD100.20.200 de 13 de novembro de 2020, dirigida profissionais de saúde por forma a capacitá-los para a prática na colheita de amostras biológicas.
Powered by jms multisite for joomla